Os soldados dividiram as vestes de Jesus Cristo, e sortearam-nas. Que isto quer dizer?



Os soldados dividiram as vestes de Jesus Cristo, e sortearam-nas. Que isto quer dizer? O que isto significa? Quem divide entre nós as vestes de Jesus Cristo, ou quem mesmo até despedaça o sagrado corpo de Jesus Cristo? São aqueles que não conservam a caridade, a paz e harmonia com o seu próximo. São aqueles correios do inferno, que andam a levar e a trazer, dizendo coisas que lhes não devem dar cuidado algum, introduzindo deste modo a raiva, o ódio e a discórdia entre as famílias e os povos. Raivas e ódios que muitas vezes duram meses e anos inteiros, despedaçando desta sorte não as vestes, mas até o sagrado corpo de Jesus Cristo, porque corações desunidos já não podem ter união com Jesus Cristo, nem formar com Ele um só corpo.
Poderá dizer a queixosa: “Essa fulana com quem não falo e a quem tenho raiva, falou de mim, levantou-me um testemunho falso, roubou-me o meu crédito, fez-me uma grave injúria, por isso agora hei de ter-lhe muito amor?! Hei de mostrar-lhe grande graça e amizade?! Se eu assim me portar, até as minhas vizinhas diriam que tinha eu muito pouca vergonha em tornar-me a meter-me com ela!”
Sobre isso o que te digo é: esses não são os sentimentos de um verdadeiro cristão. Quem tem lá esses timbres, por certo que não observa o Santo Evangelho, nem imita a Jesus Cristo. Quanto mais, Deus manda amar os próprios inimigos, Deus manda fazer bem a quem nos fizer mal, Deus manda perdoar as injúrias, Deus manda sofrer. Além disto os teus pecados não são também graves injúrias que tu fizeste a Deus, e então muitas mais e muito maiores? Que podes tu esperar de Deus, se não amas, nem perdoas, nem sofres o teu próximo como Deus manda? Desengana-te. Deus só te tem tanto amor,  como tu tens à tua inimiga, aos teus inimigos. Porque se tu estás queixosa, Deus ainda o está mais de ti.
Levantou-me um testemunho falso, dizes tu. Então assim como Jesus Cristo os sofreu por teu amor, não deves tu também sofrê-los por amor de Jesus Cristo? Desacreditou-me, dizes também. E tu sofrendo com paciência, não vales o mesmo diante de Deus, ou ainda mais por teres adquirido esses grandes merecimentos? Que te importam lá esses juízos do mundo? As minhas vizinhas depois riem-se de mim, e dizem que não tenho vergonha. Sim? E então quem te há de julgar lá no dia do juízo são as tuas vizinhas, ou é Deus? Quem é que te pôs os preceitos, e a quem deves obedecer? Está bem, se tu ainda olhas para o que dirão, também te não dou cinco reis pela alma, e porquê? Porque não a salvas. Ora pois, meus irmãos, se algum de vós está diferente com o seu próximo, vá já reconciliar-se com ele, porque enquanto não se reconciliar com ele, não pode se reconciliar com Deus.
por  Pe. Manoel José Gonçalves Couto, na obra "MIssão abreviada".

O LEGADO DE FÉ E MORAL DOS SANTOS AOS FIÉIS DE HOJE (Artigo)

Que falta ao católico de hoje? Responder-se-ia com grande sensatez afirmando que, substancialmente, falta-lhe conhecer e viver com ma...

Postagens mais acessadas

Assine o Arena da Teologia

Assine o Arena da Teologia
Receba conteúdo exclusivo por e-mail. Blog essencialmente de teologia católica abordando questões necessárias e urgentes aos tempos atuais.

Adquira o livro do autor

O MODERNO E O ETERNO

Nesta obra é apresentado um panorama montado a partir da visão dos católicos ditos tradicionalistas, aqueles que fizeram e fazem resistência às mudanças que desfiguraram a Igreja Católica a partir do Concílio Vaticano II. Episódios pouco conhecidos dos católicos são trazidos à tona, bem como se tenta desvendar os reais motivos para a realização de uma reforma na celebração da Santa Missa, algo tido como acontecimento improvável para o mundo católico após a promulgação da Bula Quo Primum Tempore, um documento do Papa São Pio V que, em 1570, tornava definitiva a forma com a qual se deveria celebrar a Santa Missa a partir de então.

Fale direto com o editor:

  • claudiomarfilho@gmail.com

Total de visualizações

Editor do Blog:

Editor do Blog:
Claudiomar Ferreira de Medeiros Filho

Seguir por e-mail

PADROEIRO DESTE BLOG

PADROEIRO DESTE BLOG
São Tomás de Aquino